terça-feira, 16 de junho de 2015

Relatório Individual ( criança de 3 anos )

Neste primeiro trimestre trabalhamos a adaptação e socialização do XXXXXX. Trabalhamos com cantigas de roda, histórias infantis, músicas diversas, brincadeiras dirigidas e livres e com filmes com a intenção de estimular a oralidade, coordenação motora, fantasia, imaginação. Procuramos utilizar atividades que fortalecessem o vínculo afetivo e social dele e o respeito às regras e combinados, estimulando o carinho e o respeito ao próximo. Iniciamos também a investigação com relação às preferências do XXXXXX para a elaboração do nosso projeto de trabalho. Ele  demonstrou dificuldades de adaptação à rotina do CMEI como muito choro no inicio, mas relacionando-se bem com colegas, professoras e demais funcionárias do CMEI. Com relação a seus esfíncteres, já consegue controlá-los, pedindo para ir ao banheiro quando necessita. Consegue se expressar e se comunicar de maneira satisfatória mas apesentando algumas trocas de fonemas com tudo demonstra que sua oralidade vem se desenvolvendo a cada dia.
Observamos que a criança conquistou sua independência de forma rápida durante esses três meses, pois ao chegar a sua sala, já pega sua agenda e seu copo e já põem no lugar, consegue andar corretamente fila; vai para rodinha quando é solicitado; sabe iniciar e terminar uma atividade;  escova os dente sem o auxilio de um adulto. E essa independência ele foi adquirindo aos poucos conforme íamos ensina na roda de conversa.
Durante esse trimestre trabalhamos atividade no intuito de descobrir um novo projeto. Usamos várias literaturas de apoio como: Cabritos, Cabritões de Gonzalez, Olalla; Fernandez, Federico Callis; O grande rabanete de Tatiana . Buscamos  através de musicas, atividade de colagem, dobraduras e roda de conversa para despertar seu interesse com assuntos sobre: O jacaré, Borboletinha, O corpo humano com a musica Cabeça, ombro, joelho e pé, Se eu fosse um Peixinho e O sapo. Apesar de realizarmos muitas atividades com o XXXXXX, sentimos que ainda o interesse dele pelo que foi apresentado não era tão interessante, pois esse conhecimento ele já tinha tinha desde que entrou no CMEI, mas a criança contribuiu satisfatoriamente com seus comentários e desempenhos:
Na historia dos três cabritinhos, XXXXXX recontou a historia corretamente usando o livro fazendo a leitura das figuras, ate gravamos . XXXXXX fez cabritinhos de massinha de vários tamanhos e brincou com eles dando cabeçadas. Na historia o Grande Rabanete, além de recontar a historia usando as figuras do livro, a criança foi capaz de colocar os personagens na sequencia correta de acordo com a historia, pintou o rabanete, só que não quis experimentar  a  salada de rabanete, mas dramatizou a historia com os colegas representando o cachorrinho que puxou a saia da menina.
Um dia desse ao irmos ao parque encontramos um caracol no muro da instituição, isso gerou muito interesse por parte dele , pois ele ainda não conhecia esse bichinho, “ Olha um bichinho na parede!. Levamos o tal bicnhinho para a sala no intuito de descobrir se era caramujo ou caracol, partindo dai surgiu o Projeto Caracol ou Caramujo? Trabalhamos observando o bichinho e sempre fazendo perguntas e trazendo novidades “tia Dulcy ele come terra?”; ”Ele é pequenininho e a gente e grande?”; “ O caracol faz coco e xixi?”; Ele anda no chão igual o caracol turbo!” O caracol estava dormindo na parede”. Perguntamos o que ele gostava de comer e ele respondeu “Rabanete” fazendo um paralelo com a historia do GRANDE RABANETE.. No final do projeto já conseguia diferenciar caracol de caramujo e o que gostava de comer : “ Tia ele come folhinhas , cenoura e rabanete!”


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog foi criado para trocar idéias e compartilhar saberes. Que bom que você passou por aqui se desejar deixe um recadinho...
E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos...
E por amor
Serei... Serás...Seremos...
Pablo Neruda
OBRIGADA PELA LEITURA...

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails

Windows Live Messenger + Facebook