segunda-feira, 29 de agosto de 2011

ATIVIDADE DE LEITURA E ESCRITA


I – OBJETIVOS:
·         O que se pretende que o aluno aprenda (Leitura)
Ler antes de saber ler convencionalmente;
Estabelecer correspondência entre partes do oral e partes do escrito;
Utilizar o conhecimento sobre o valor sonoro convencional das letras  ( quando já sabem ), ou trabalhar em parceria com alunos  que fazem uso do valor sonoro (quando não sabem );
Utilizar estratégias de leitura que permitam descobrir o que está escrito e onde está escrito;
Realizar a atividade fazendo uso de todo conhecimento que possui sobre o sistema de escrita.
·         O que se pretende que o aluno aprenda (Escrita)
Escrever esses textos de acordo com seus conhecimentos e possibilidades;
Escolher quantas e quais letras serão utilizadas;
Refletir sobre escolhas diferentes para a mesma necessidade ( quando a atividade for em dupla e os dois colegas fazem opção diferente sobre quantas e quais letras utilizar );
Interpretar a própria escrita ( ler o que escreveu ), justificando para si mesmo e para os outros as escolhas feitas ao escrever.


II – CONTEÚDO:
  • Leitura e escrita da canção PAI FRANCISCO


PAI FRANCISCO ENTROU NA RODA
TOCANDO SEU VIOLÃO
DÃO RÃO RÃO DÃO DÃO
VEM DE LÁ SEU DELEGADO
PAI FRANCISCO
VAI PRA PRISÃO
COMO ELE VEM TODO REQUEBRADO
PARECE UM BONECO
DESENGONÇADO

III - CONSIGNA 
Vocês vão receber a escrita de uma canção que todos conhecem. Vamos cantá-la e vocês devem acompanhar o escrito da canção com o dedo, pois faremos pausas durante a música para que  identifiquem e circulem a palavra onde paramos.


IV – PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

  • Contextualização da atividade;

  • Levar para a sala de aula o portador desse tipo de texto;

  • Escrever o texto no papel manilha e afixar no quadro ou escrito no hectográfico;

  • Entregar aos alunos a escrita da canção (se a opção for trabalhar o texto escrito no hectográfico). Todos devem conhecer a canção de memória (eles não devem memorizar o texto escrito);

  • Fazer a leitura do texto e pedir que os alunos acompanhem, marcando as palavras com o dedo, ou seja, fazer o ajuste entre o oral e o escrito;

  • Fazer pausas em algumas palavras, como: FRANCISCO, RODA, VIOLÃO, DELEGADO, PRISÃO, BONECO, DESENGONÇADO ( de preferência em substantivos e adjetivos). Os alunos deverão identificar e circular a palavra.

V - DESCRIÇÃO DE COMO SERÃO AGRUPADOS OS ALUNOS E POSSÍVEIS VARIAÇÕES DA ATIVIDADE

Pré-silábico e silábico com valor sonoro: deverão completar a canção através do banco de palavras.   ( LEITURA )
Silábico sem valor sonoro e silábico com valor sonoro: deverão completar a canção através do banco de palavras.   ( LEITURA )
Silábico com valor sonoro e silábico alfabético: deverão completar a canção sem o banco de palavras.   ( ESCRITA )
Silábico alfabético e alfabético: deverão escrever a canção.   ( ESCRITA )

Entregar um texto lacunado para os alunos. ( Nessa proposta de atividade, os alunos não precisam ter contato com o texto escrito, precisam conhecê-lo de memória ).

PAI FRANCISCO ENTROU NA_____________________
            TOCANDO SEU ____________________________
            DÃO RÃO RÃO DÃO DÃO
            VEM DE LÁ SEU ______________________
            PAI ______________________
            VAI PRA ____________________
           COMO ELE VEM TODO REQUEBRADO
           PARECE UM ______________________
           DESENGONÇADO

Banco de Palavras

ROMA
BONECO
DELETADO
FRANCO
PAIXÃO
VISÃO
RODA
BOLERO
DEGOLADO
FRANGO
PRISÃO
VIOLINO
RATO
BOTECO
DELEGADO
FRANCÊS
PRIMO
VIOLÃO
ROTA
BOATO
DEFASADO
FRANCISCO
PRIMEIRO
VIBRAÇÃO


VI – PROCEDIMENTOS METODOLÓGICO
·         Verificar se todos compreenderam o que foi proposto e caminhar pela sala, observando como os alunos estão realizando a atividade, verificando quais são as questões que estão se colocando;
·         Tematizar a escrita da canção no quadro  “fazendo de conta” que só sabe o nome das letras,  por isso os alunos devem dizer com que letras escreve-se as palavras;
·         Garantir que a cada palavra escrita no quadro, os alunos façam a leitura do texto desde o seu princípio, para verificar qual é a próxima palavra que precisam escrever, ou seja, justificar o que já está escrito e o que ainda está faltando;
·         Aproveitar a oportunidade para colocar bons problemas para os alunos resolverem, ou seja, propor desafios difíceis porém possíveis;
·         Pronunciar várias vezes a palavra que está sendo escrita e pedir que os alunos estabeleçam uma relação entre o som que estão ouvindo e a letra correspondente, que será automaticamente apontada dentro do alfabeto.

OBS: Como não é possível acompanhar todos os alunos de uma só vez, acompanhar três duplas e registrar suas aprendizagens.


Nome da atividade:  CANÇÃO CONHECIDA
Tipo de atividade:  LEITURA E ESCRITA
·         Proposta da atividade:
A professora entregará aos alunos a escrita de uma canção conhecida pelo grupo;
Todos devem conhecer a canção de memória ( eles não devem memorizar o texto escrito )
Os alunos precisam acompanhar a leitura oral feita pelo professor, marcando as palavras com o dedo, fazendo ajustes entre o oral e o escrito;
O professor deverá fazer pausas em algumas palavras, ( de preferência em substantivos e adjetivos ) e os alunos deverão identificar  onde o professor fez essas  pausas.
Pedir que os alunos façam uma “leitura” do texto, ajustando o que sabem de memória ao que está escrito;
Solicitar que os alunos realizem a atividade.
·         O que se pretende que o aluno aprenda (Leitura)
Ler antes de saber ler convencionalmente;
Estabelecer correspondência entre partes do oral e partes do escrito;
Utilizar o conhecimento sobre o valor sonoro convencional das letras  ( quando já sabem ), ou trabalhar em parceria com alunos  que fazem uso do valor sonoro (quando não sabem );
Utilizar estratégias de leitura que permitam descobrir o que está escrito e onde está escrito;
Realizar a atividade fazendo uso de todo conhecimento que possui sobre o sistema de escrita.
·         O que se pretende que o aluno aprenda (escrita)
Escrever esses textos de acordo com seus conhecimentos e possibilidades;
Escolher quantas e quais letras serão utilizadas;
Refletir sobre escolhas diferentes para a mesma necessidade ( quando a atividade for em dupla e os dois colegas fazem opção diferente sobre quantas e quais letras utilizar );
Interpretar a própria escrita ( ler o que escreveu ), justificando para si mesmo e para os outros as escolhas feitas ao escrever.
·         Explicação inicial dada aos alunos sobre o que terão de fazer (consigna)
Vocês vão receber a escrita de uma canção que todos conhecem. Vamos cantá-la e vocês devem acompanhar o escrito da canção com o dedo,  pois em seguida faremos pausas durante a música para que vocês identifiquem e circulem a palavra onde paramos.
·         Descrição de como serão agrupados os alunos e possíveis variações da atividade
Pré-silábico e silábico com valor sonoro: deverão completar a canção através do banco de palavras.   ( LEITURA )
Silábico sem valor sonoro e silábico com valor sonoro: deverão completar a canção através do banco de palavras.   ( LEITURA )
Silábico com valor sonoro e silábico alfabético: deverão completar a canção sem o banco de palavras.   ( ESCRITA )
Silábico alfabético e alfabético: deverão escrever a canção.   ( ESCRITA )
·         O professor precisa:
Contextualizar a atividade a ser desenvolvida;
Fazer as variações na atividade de forma que cada aluno tenha problemas a resolver;
Levar para a sala de aula o portador desse tipo de texto;
Possibilitar que os alunos cantem a canção antes da realização da atividade para assegurar-se de que a música é do conhecimento de todos e que sabem cantá-la de memória. Eles não devem memorizar o texto escrito, devem saber cantá-lo;
Pedir que os alunos acompanhem a leitura com o dedo para que compreendam que tudo o que se fala está escrito na ordem em que se fala e pedir aos alunos que localizem palavras solicitadas dentro do texto;
Verificar se todos compreenderam o que foi proposto e caminhar pela sala, observando como os alunos estão realizando a atividade, verificando quais são as questões que estão se colocando;
Tematizar a escrita da canção no quadro  “fazendo de conta” que só sabe o nome das letras,  por isso os alunos devem dizer com que letras escreve-se as palavras;
Garantir que a cada palavra escrita no quadro, os alunos façam a leitura do texto desde o seu princípio, para verificar qual é a próxima palavra que precisam escrever, ou seja, justificar o que já está escrito e o que ainda está faltando;
Aproveitar a oportunidade para colocar bons problemas para os alunos resolverem, ou seja, propor desafios difíceis porém possíveis;
Pronunciar várias vezes a palavra que está sendo escrita e pedir que os alunos estabeleçam uma relação entre o som que estão ouvindo e a letra correspondente, que será automaticamente apontada dentro do alfabeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog foi criado para trocar idéias e compartilhar saberes. Que bom que você passou por aqui se desejar deixe um recadinho...
E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos...
E por amor
Serei... Serás...Seremos...
Pablo Neruda
OBRIGADA PELA LEITURA...

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails

Windows Live Messenger + Facebook