domingo, 24 de julho de 2011

A Formiguinha e a Neve


A FORMIGUINHA E A NEVE


AUTOR: João de Barros (Braguinha)
Adaptação: Professora Nara Janaina Falcão
EDITORA: Moderna

OBJETIVO GERAL: Enfatizar o espírito solidário nas crianças e a perseverança que devemos ter perante as adversidades da vida.
 
Era outono, e todas as formigas da colônia Formigolândia estavam muito ocupadas, em carregar alimentos para abastecer seus formigueiros para o inverno (frutos, sementes, flores ou folhas de plantas). Havia uma loja na colônia, aonde as formigas trocavam alimentos por livros, pois amavam passar o inferno lendo histórias... viajando no mundo da imaginação!

Dentre as formigas da colônia, estava a Mariazinha, formiga sapeca e muito alegre, que gostava de brincar e passear com sua amiga cigarra. Enquanto todas as formigas trabalhavam sem parar, Mariazinha só queria se divertir, brincava o tempo todo, e dizia: o inverno vai demorar muito, tenho muito tempo para carregar meu formigueiro.

Certa manhã, Mariazinha estranhou o silêncio na colônia e percebeu que estava muito frio. Disse consigo mesmo, hoje vou começar a trabalhar, pois agora sei que o inverno está chegando. Já estava indo longe a procura de alimento, quando de repente um floco de neve caiu e prendeu seu pezinho. Aflita vendo que não podia se livrar da neve, e que iria morrer de fome e frio, voltou desesperada para a colônia:


Socorro! Socorro! Mais suas amigas não a escutaram, pois estavam dentro de seus formigueiros, comendo suas comidinhas e lendo seus livrinhos.

Então viu algumas  abelhas em volta de uma colméia, chamou uma delas e perguntou:

Formiga: Amiga abelha você pode me ajudar? Fiquei presa na neve e preciso sair, senão irei morrer congelada.

Abelha: Sinto muito formiguinha, mais não posso, tenho um ferrão muito grande e posso te machucar. Fale com o beija flor, ele poderá te ajudar.

Formiga: Amigo beija flor você pode me ajudar? Meus pezinhos estão presos na neve...

Beija flor: Bem que eu gostaria formiguinha, mais meu bico é muito pontudo, e cortaria seus pezinhos.Mais fale com o macaco formiguinha

Formiga: Amigo macaco você pode me ajudar...

Macaco: Sinto muito formiguinha, mais hoje quando estava pulando de galho em galho, quebrei meu braço, e sou obrigado a ficar de repouso nessa árvore o dia todo. Mais eu de alguém que pode te ajudar, fale com o leão, ele é forte e corajoso.

Formiga: Amigo leão você pode me ajudar? Estou com muito frio e com muita fome, e não consigo soltar meus pezinhos.

Leão: Sinto muito formiguinha, mais com essas minhas patas enormes e unhas afiadas eu esmagaria você. Já sei formiguinha, fale com o sol, então ele derreterá a neve de seus pezinhos.

Formiga: Amigo sol vc pode me ajudar? Preciso que derreta a neve de meus pezinhos.

Sol: Bem que eu gostaria formiga, só que a nuvem está na minha frente, fale com ela então derreterei a neve de seus pezinhos.

Formiga: Amiga Nuvem você pode me ajudar? Precisa sair da frente do sol, para que seus raios derretam a neve dos meus pezinhos.

Nuvem: Faria isso com o maior prazer formiguinha, mais não consigo sair do lugar sozinha, o vento precisa me empurrar, felá com o vento.

A formiguinha já quase sem forças e com a voz trêmula diz:

Formiga: Amigo vento, estou quase morrendo congelada, você pode me ajudar?, Preciso que empurre a nuvem, para que o sol derreta a neve de meus pezinhos.

Vento: E vendo a formiguinha quase morta gelada pelo frio, perguntou?O que fazes aqui sozinha, enquanto suas amigas, estão em seus formigueiros comendo suas comidinhas e lendo seus livrinhos?

Formiga: É que, enquanto elas trabalharam no outono, abastecendo seus formigueiros, eu fiquei brincando e cantarolando com minha amiga cigarra, não pensei que o inverno iria chegar tão rápido. Estou muito arrependida, no próximo outono, irei trabalhar junto com as minhas amigas.

Vento: Que bom formiguinha, temos que sempre cumprir com nossas responsabilidades, assim evitaremos vários problemas.

Narrador: Então o vento soprou a nuvem, e os raios do sol derreteram a neve do pé da formiguinha, ela voltou para a colônia  contou para suas amigos o que tinha acontecido, suas amigos lhe deram comidinha e lhe emprestaram muitos livrinhos. Depois disso a formiguinha Mariazinha  aprendeu, que na vida existe hora para tudo: brincar, estudar, trabalhar... e que devemos sempre cumprir nossas responsabilidades.

FIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog foi criado para trocar idéias e compartilhar saberes. Que bom que você passou por aqui se desejar deixe um recadinho...
E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos...
E por amor
Serei... Serás...Seremos...
Pablo Neruda
OBRIGADA PELA LEITURA...

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails

Windows Live Messenger + Facebook